Superstar: a interação televisão x internet

Até meados de 2000 a televisão reinava absoluta nos lares brasileiros, sem concorrência. Hoje, em 2014, o público tem uma nova fonte de informação, a internet, que mesmo não estando perto de ultrapassar a popularidade da TV, ela vem mostrando que não vai parar tão cedo.

interatividade tv internet blog blueberry

Na semana passada, estreou um novo programa de talentos na TV aberta brasileira, o Superstar. Muitas pessoas devem ter acompanhado o piloto do reality musical que traz como diferencial o voto popular para decisão de qual banda continuará na competição. O processo é simples e fácil, basta apenas baixar o aplicativo em seu smartphone e votar sim ou não para o grupo que você quer que continue, se a banda alcançar 70% dos votos, ela avança para a próxima etapa.

programa superstar blog blueberry

Esse programa mostra como a internet está incomodando a televisão. Há alguns anos já podemos perceber que a televisão vem usando da internet em suas programações, mas com esse novo programa sentimos a necessidade da TV por esse novo meio de comunicação.  A dependência de um com o outro está se tornando mais evidente a cada ano e a televisão tende a se aliar cada vez mais a internet.

Junto da inovação sempre vem os acertos e erros, e com o Superstar não foi diferente. Houveram muitas reclamações de que o aplicativo não funcionou, o que acarretou em uma nova votação (como mostrado na figura abaixo), pois as bandas foram prejudicadas pela falha da principal arma do programa. Infelizmente é normal que isso tenha acontecido, pois como diz Renato Mello, um dos pioneiros do Mobile Marketing no Brasil, “este é um erro comum em 90% dos casos”, basta a emissora corrigir esses erros e proporcionar aos telespectadores um ótimo programa.

programa superstar blog blueberry 1

Com certeza esse programa abriu as portas para o um novo modelo a ser utilizado por aqui, e muitos outros surgirão daqui para frente. E você, o que tem achado dessa estratégia?

 Escrito por: Gilberto Lima e Marina Cardoso

 

Facebook
Google+
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Comentários